Apresentação

O Mira Latina é um laboratório de criação e desenvolvimento de ideias que, a partir da fotografia como linguagem, busca promover e incentivar ações e experiências artísticas, impulsionando novos espaços de diálogo e construção entre criadores de diferentes países. O Projeto nasce do desejo por conhecer e desvelar a fotografia latino-americana, tem, entre seus objetivos, a intenção de contribuir para alargar os repertórios visuais, estreitar as fronteiras e estimular o intercâmbio por meio da produção fotográfica contemporânea.

Fundamentado na ideia de que observar, pensar e discutir criticamente a nossa região e suas formas de representação e visualidades é função essencial aos produtores de imagens, o Mira Latina intenciona, sobretudo, provocar a reflexão sobre as práticas fotográficas e as matrizes visuais que operam na América Latina, propor experiências que incitem os questionamentos, mais que as respostas, estimulem a tomada de consciência sobre as dinâmicas culturais, políticas e sociais vigentes, as formas de poder perpetuadas por meio da produção de imagens e permitam indagar sobre o papel de fotógrafas e fotógrafos.

O que fotografamos? Por que fotografamos? Para que fotografamos? Para quem fotografamos? Que discursos as nossas imagens reiteram? Quais ideologias estão por trás das imagens que produzimos? A quem servem as nossas imagens? Por que contar histórias? Quem (ou o que) define as histórias que contamos? A quem elas verdadeiramente impactam? As imagens realmente transformam a realidade? Qual realidade?

A fotografia latino-americana é uma postura (geo)política defendida e destacada neste projeto. Desde o seu surgimento, é uma das primeiras instâncias de coletividade e crítica às estruturas hegemônicas e imperialistas de pensamento, produção e difusão impostas à fotografia na região. Sua existência e ideais de autonomia e acercamento foram e ainda são necessárias para a ampliação, fortalecimento e consolidação de um espaço compartilhado de valorização e respeito às diferentes e diversas aproximações à fotografia da e na América Latina. Mas também de resistência a modelos e padrões limitantes, de enfrentamento e proposições às dificuldades e assimetrias existentes, de construção de práticas anti-coloniais e de inspiração a iniciativas comuns e à articulação.

Partindo destes princípios, o Mira Latina se propõe a ser um espaço participativo e colaborativo na busca por contribuir para o fomento à produção crítica e consciente de imagens e discursos, na tentativa de propiciar ferramentas e caminhos que levem a desconstrução e decolonização dos olhares e estereótipos que inferiorizam e oprimem nossos saberes e fazeres, de ampliar os relacionamentos, as trocas, de imaginar e criar alternativas.

Esta plataforma virtual é o ponto de partida do Mira Latina, um espaço pensado para apresentar as experiências propostas pelo projeto e, principalmente, para expor as e os artistas latino-americanos e suas produções. Para tanto, o site está dividido em sessões, na sessão Artistas + Portfólios estão os perfis das e dos artistas envolvidos, onde cada um apresentará dois ensaios, denominados: Portfólio e Mira Latina. No primeiro, é possível conhecer um dos trabalhos realizados pelo artista anteriormente ao projeto, já no segundo será apresentado o ensaio concebido a partir da experiência de intercâmbio no Mira Latina, onde nossa primeira proposta foi promover um espaço de criação e interação entre artistas de dois países: Brasil (centrada em Pernambuco) e Bolívia. Foram selecionadas e selecionados dez fotógrafas e fotógrafos de cada país, convidados a participar de um intercâmbio artístico e a produzir, ao final, um ensaio visual como resposta ao projeto. Já na sessão de Artigos e Entrevistas, serão disponibilizados textos e conversas que demonstrarão parte dos processos, reflexões e experimentações desenvolvidas durante o intercâmbio, além de artigos e escritos sobre temáticas de interesse e inspiração ao projeto.

Como um laboratório dinâmico, aberto, incerto e em plena construção, o Mira Latina é uma plataforma sujeita a desvios, descobertas, mudanças e sugestões. Os ensaios e textos que serão aqui apresentados ainda estão em elaboração, as e os artistas estão em pleno processo de criação, portanto, as produções serão expostas à medida que forem sendo concluídas. Acompanhem as novidades e sejam bem-vindas e bem-vindos!

 

Maíra Gamarra

Idealização, editoria e curadoria
Maíra Gamarra
Design Gráfico
Nathalia Queiroz
Site
Nathalia Queiroz e Jeporu
Tradução
Lorena López
Produção Executiva
Paulo Ferreira

Projeto financiado através do fundo pernambucano de incentivo à cultura do Estado de Pernambuco - Funcultura